Aprendizes e mestres

Anos atrás, quando tomávamos conhecimento através da imprensa, das falcatruas com dinheiro público, tais como as de Paulo Maluf, o juiz Nicolau e outros por aí, ficávamos revoltados com os desvios de milhões de reais, por essas figuras de expressão. Hoje, com a Lava Jato, vemos que aquelas “figuras de expressão”, eram meros aprendizes, que desviavam “apenas” milhões de reais. Os mestres de hoje, desviam bilhões e bilhões, e ainda alegam que essa dinheirama toda era para campanhas políticas e que são de conhecimento do TSE e ali estão registradas. E o pior, ainda alegam que são inocentes e não fizeram nada de errado. Com a palavra, para esclarecimento, o TSE que até agora permanece mudo, e talvez, conivente.
Ordival Luiz Paiva

ordivalpaiva@globo.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *