Dona de casa morre atropelada na Ayrton Senna

LAÉRCIO RIBEIRO A dona de casa Joana Marta da Silva Candeas, de 34 anos, morreu na tarde desta quarta-feira (12), no Hospital Luzia de Pinho Melo, no Mogilar. Ela havia sido atropelada, às 7h32, na Ayrton Senna, cujo local da estrada e o causador do acidente, a Polícia Civil vai tentar descobrir após investigações.

Joana residia no Jardim São Bento, em Suzano, e ao ser atropelada sofreu vários ferimentos, conforme a irmã dela, Adriana Rodrigues informou ao escrivão Mauro Kato, da equipe do delegado Benedito Queiroz, do Distrito Central.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *