Justiça solta bancária suspeita de retirar dinheiro da conta dos clientes

Suposto crime será apurado pela Polícia Federal. (Foto: Divulgação)
Suposto crime será apurado pela Polícia Federal. (Foto: Divulgação)

LAÉRCIO RIBEIRO
A Justiça colocou em liberdade, no final da tarde desta quinta-feira (13), no Fórum de Mogi, a contadora Cinthia Emilene Melleiro, de 39 anos, e deu o prazo de 15 dias para pagar a fiança de R$ 5 mil. Ela foi presa, nesta quarta-feira, pelos policiais Bóris (chefe), Luiz Fernando Martos, Osni Dias e Edson Britinho, em Braz Cubas, onde havia feito saque ilegal da conta poupança da Caixa Econômica Federal, de um idoso, de 61 anos. Surgiram outras três vítimas e o delegado titular Jorge Luis Neves Esteves a autuou em flagrante por furto qualificado, parágrafo 4º – mediante fraude, conforme dispõe do Código Penal.

Segundo a Polícia, Cinthia assessorava os gerentes e após requisitar segunda via dos cartões de clientes, ela utilizava as senhas dos seus chefes para retirar dinheiro das poupanças em caixas eletrônicos.

O delegado Jorge Neves disse que o prejuízo está em torno de R$ 400 mil. Ele considerou que as vítimas já estão sendo ressarcidas pelo banco do Governo Federal evai sugerir à Justiça, que o inquérito seja enviado à Polícia Federal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *