Jornal O Diário

Sexta-Feira, 19 de Setembro de 2014

Última atualização:06:00:00 AM GMT

Você está no canal: POLÍCIA POLÍCIA Preso um dos três matadores de vigia

Preso um dos três matadores de vigia


A execução do vigia João Daniel Filho, de 61 anos, durante assalto em 3 de março último, no Restaurante Rei da Pamonha, no começo da Rodovia Mogi-Dutra, no Jardim Aracy, foi esclarecido, na noite de ontem (11), pelos investigadores Maurimar, Gervásio, Wagner e Murilo, além do escrivão Antônio, do Setor de Homicídios de Mogi das Cruzes, coordenados pelo delegado titular Luiz Roberto Biló. A equipe apresentou no Distrito Central um dos três acusados, identificado como Getúlio Dias Rocha Júnior, de 32 anos.

A pedido da autoridade policial, o suspeito Getúlio Dias teve a prisão temporária decretada pelo juiz de Direito Gióia Perini, da 2ª Vara Criminal. Depois do registro da ocorrência sobre “Captura de Procurado”, Getúlio, foi escoltado à Cadeia Pública de Mogi.

Ele confessou o delito e delatou os cúmplices. “Eu fiquei do lado de fora, agi apenas como olheiro, mas quando os meus colegas saíram do restaurante já disseram que haviam espancado o vigia até a morte”, contou Getúlio . Aborrecido, ele ainda explicou que “na divisão das coisas roubadas, eu peguei um celular e o vendi por R$ 100,00 e depois também uma máquina de cortar mármore e uma furadeira. Com o dinheiro comprei crack, pois sou viciado, infelizmente”.

Morador no Conjunto Residencial Itapeti, bem próximo ao local do crime, Getúlio Dias lembrou que já tem antecedentes criminais. “Eu já fui condenado por roubo a seis anos e dois meses, cumpri dois e fiquei em liberdade provisória”. A Polícia segue nas buscas, visando a prisão de outros envolvidos. (Laércio Ribeiro)

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar