Setor de Homicídios elucida assassinato em Suzano

LAÉRCIO RIBEIROApós vender uma picape Fiat Strada com multas e IPVA atrasados, o ex-detento José Freire da Silva, de 43 anos, não quis desfazer o negócio como exigia o comprador José Mário Ziotti Maria, de 38 anos. Muitas discussões ocorreram entre eles com ofensas mutuas até que José Mário foi executado com cinco tiros disparados por José Freire no momento em que ele pegava uma carona no veículo de um colega. O crime praticado em 23 de dezembro de 2015, na Rua Jeca Tatú, no Jardim Luela, em Suzano, foi elucidado pelo delegado José Rubens Ângelo, titular do Setor de Homicídios, em Mogi, e a sua equipe.

Nesta terça-feira (23), a autoridade divulgou a elucidação do homicídio doloso (com intenção). Ele explicou que logo depois do assassinato José Freire, também apelidado de “J” ou “Jotinha” desapareceu. “Eu vou indiciá-lo indiretamente e também pedir à Justiça que seja decretada a prisão preventiva dele, justamente para não escapar da aplicação da lei”, destacou. O acusado já cometeu tentativa de homicídio, porte de arma, furto e receptação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *